Não Julgar

By ,   No tags,   0 Comments
Não Julgar

Nós seres humanos, pela nossa própria constituição física , temos muito mais facilidade em ver o que está fora do nosso corpo, do que perceber o que acontece dentro de nós. Essa facilidade de olhar para fora muitas vezes nos coloca de frente com um dos maiores inimigos do nosso desenvolvimento: O Julgamento!

Todos, que tem contato com sua própria consciência , sabem que todos nós habitantes desse plano terra, somos seres imperfeitos. Mas é muito mais fácil enxergar a imperfeição no próximo do que a nossa, pelo simples fato que é muito mais fácil ver o que está fora do que o que está dentro de nós.

E é ai que reside um grande empecilho em nossas vidas. Ao ver tanta imperfeição em nossos amigos, parentes , colegas, cônjuges , … muitas vezes caímos no erro de não olharmos para nós mesmos, pois é muito mais fácil perceber os erros dos outros e usa-los para nos sentirmos melhores conosco, ignorando nossas próprias falhas…

Normalmente quando um defeito de alguém próximo nos incomoda, é por quê temos algo daquilo dentro de nós e não percebemos. O próprio ato de apontar o dedo para alguém, se você observar, vai perceber que existe um dedo apontado para a pessoa e 3 apontados para nós mesmos e isso não é a toa…

Quando olhamos para o externo de uma pessoa, não temos a menor capacidade de saber o que está passando de fato com ela, só enxergamos os atos,  jamais temos a sabedoria e a complacência de tentar imaginar o que teria levado aquela pessoa a se comportar daquele jeito, seja positiva ou negativamente. Em função disso fica muito claro que não podemos julgar ninguém, não temos esse direito pois a própria lei da ação e reação acaba trazendo para nossas vidas as consequências dos atos que aqui comentemos.

Se quisermos de fato fazer desse plano um lugar melhor para se viver, precisamos perceber que a única mudança que podemos de fato promover, é a nossa! Perceber e externar defeitos alheios em nada vai ajudar a estabelecer uma harmonia no seu entorno, muito pelo contrário. Compreender, tentar se colocar na posição de quem está mal consigo próprio pode ajudar bastante, quem não quer ser ajudado, mandamos nossa oração e nossos melhores pensamentos!

 

O começo somos nós

By ,   No tags,   0 Comments
O começo somos nós

Quando pensamos em viver uma vida melhor, por onde devemos iniciar nossa mudança?

Para essa pergunta podem vir muitas repostas na cabeça de cada um de nós, inclusive nenhuma resposta… Pois é, somos tão diversos que a resposta de cada um de nós é diferente, nesse colégio da vida, não podemos colar do nosso colega ao lado. Podemos perguntar a solução de nossas questões a qualquer um ao nosso redor, mas a resposta sempre vai estar dentro de nós mesmos…

Se relacionar com o próximo, no nosso mundo definitivamente não é algo fácil, seja no âmbito afetivo, profissional, conjugal, e por ai vai. Sempre temos expectativas em nossas relações, não percebemos, mas muitas vezes enxergamos os outros como alguém que vai preencher nossas expectativas e consequentemente nossos vazios. Não percebemos que para ter alguma relação de forma plena em qualquer campo da nossa vida, precisamos sair da nossa própria perspectiva e ter a capacidade de ver a vida por outros ângulos, tentar se colocar muitas vezes no lugar do outro.

O fato de sermos imperfeitos, nos faz buscar no próximo uma perfeição não existente nesse plano, portanto não adianta procura-la no seu irmão ao lado que não vai encontrar-la! E não existe uma forma melhor de começar a viver melhor nesse plano, digo isso pensando em conquistar paz interior, do que reconhecendo e aceitando suas próprias limitações. E com isso não digo que não devamos aprimora-las, muito pelo contrário, a partir do momento que as reconhecemos é que podemos conserta-las.

Se amar e se respeitar é o primeiro passo para viver melhor. Descobrir e respeitar nossa individualidade é certamente um grande desafio para a imensa maioria de nós habitantes do Plano Terra, mas se queremos dar o melhor que podemos nessa existência, podemos e devemos nos amar, pois só assim construiremos relações saudáveis nos inúmeros campos de nossas vidas, e plantaremos assim na medida do possível de cada um, as sementes que formarão os alicerces de um mundo que não virá de poucos para muitos… Virá de dentro  do melhor de cada um de nós, e se espalhará!