Como faço para desprogramar minha mente? Quero me livrar de paradigmas que me foram colocados, mas que não me pertencem e por isso gostaria de tira-los de dentro de mim, mas é tão difícil… Tudo tão entranhado nos meus costumes, atitudes e pensamentos que as vezes penso que é muito difícil se purificar vivendo no mundo  em que vivemos.

Essa programação mental que muitas vezes me faz ter pensamentos, atitudes e escolhas que se for parar e pensar de forma serena e lúcida, tenho certeza , eu não as tomaria…Me sinto como se fossemos uma grande correnteza mental, só que ao contrário dos rios, que correm na direção certa, tenho a nítida sensação de nossa corrente de pensamento ainda nos leva para a direção do sofrimento.

Um Lugar Pra Ser Feliz

By ,   No tags,   0 Comments

Terra nosso querido Planeta , nem sei se todos concordam, mas a meu ver nos foi dado um lugar de rara beleza para que pudéssemos viver. Aqui se encontram todas as condições necessárias para que possamos ser felizes. Tem comida, água, belezas que não podem nem ser descritas em palavras tamanha a exuberância e diversidade, montanhas, mares, plantas, florestas, faunas,..  Mas por que não conseguimos fazer desse lugar que nos foi dado, um lar de harmonia e felicidade?

Talvez por ignorancia, fizemos desse abençoado lugar um palco de disputas sem fim, norteados por vaidades e desejo de ter mais e mais, vamos fazendo do nosso lar, um grande palco de disputas étnicas , religiosas, econômicas, territoriais, entre outras que jamais permitiram que nos desenvolvêssemos de uma forma integrada.

 

Sem Mágoas

By ,   No tags,   0 Comments

Onde, do ponto de vista energético, nos levam nossos sentimentos? O que, em termos de saúde, nos afeta nos sentirmos leves e tranquilos, ou nervosos e inquietos?

Observo que as energias dos nossos pensamentos e atos tem um poder de espalhar o que nossa mente vibra, tanto para o bem quanto para o mal. Vivemos num mundo onde o normal não é amar o próximo, e sim competir com ele, portanto isso nos traz consequências nada boas para nossa convivência e também para nossa saúde. Raiva, ódio, inveja, rancor, cobiça e tantos outros sentimentos menos qualificados, primeiramente fazem mal a quem os sente, e depois consequentemente aos que estão em seu redor.

Apesar de não ser fácil se manter lúcido nos dias de hoje, acredito que a melhor forma que temos de evoluir é prestar atenção em nossos sentimentos, perceber como nossos atos e pensamentos estão nos afetando e também como afeta aqueles que estão ao nosso redor. Refletir sobre as consequências de nossos atos e só agir quando estiver sereno e com convicção de que é isso mesmo que queremos pode ser um inicio.

Isso poderia evitar muitos problemas para nós mesmos como indivíduos e como sociedade , também nos ajudaria a manter mais longe  desses indesejados sentimentos que tiram a nossa saúde, sono e sanidade… E com isso gerar uma atmosfera um pouco menos carregada para vivermos. Sei que isso parece utópico olhando para o que nos chega diariamente, mas não é tão assim para quem procura viver dessa forma, se informa, e se cerca de pessoas que também estão tentando viver dessa maneira. A estrada é longa, mas se não começarmos, jamais chegaremos, e se queremos que o mundo melhore, temos que começar por nós mesmos, que é o que de fato podemos modificar.

Nosso coração é o  lar  do nosso amor, se ele está doente, é por que não estamos amando como deveríamos. Quando estivermos cheios de amor, não haverá espaços para maus sentimentos…

Neil Young

By ,   No tags,   0 Comments

Certos artistas, fazem parte da nossa vida, nos acompanham tanto nas nossas viagens, alegrias, tristezas , enfim em tantos momentos de nossas vidas, que mesmo sem os conhecer pessoalmente, temos a nítida sensação de conhece-los intimamente, consideramos até amigos nossos dado o grau de influencia que sua arte exerce sobre nossas vidas e nossos sonhos.

Existem muito dos quais gostaria de falar, começar por um que vem me acompanhando há algumas décadas, um roqueiro (na real acepção da palavra) de rara sensibilidade, voz inconfundível , capacidade de ir do mais leve até o bem pesado mantendo a verdade da sua música. Acredito poder ver sua música saindo de todo e qualquer tipo de horizonte, urbano, montanhoso, marítimo ,… sempre integrada com toda forma de natureza exuberante, através de melodias simples e profundas.

 

Delicadeza

By ,   No tags,   0 Comments

Acho que por toda nossa existência , vivemos num mundo onde a “conquista” é a nossa força motriz.  A disputa pelo poder, por ser mais forte, por possuir vem sendo a tônica de nosso comportamento por séculos atras de séculos sem que até hoje as pessoas que estão no poder tenham sequer tempo para refletir no tipo de vida que foi criado. Não dá pra ver um traço de felicidade nessas pessoas que hoje, ainda comandam nosso planeta . São sisudas, disseminam medo e ódio, provavelmente nem possuem amigos, são muito mais temidos do que queridos…(provavelmente não experimentaram a sensação de serem queridos por alguém).

Amorpromundo.com podcast 4 Brazilian feelings

 

 

Playlist:

O Patrão Nosso de Cada Dia – Secos e Molhados

Argila – Carlinhos Brown

E Depois – BID Feat. Seu Jorge

amorpromundo.com podcast 3 Mulheres Blues Internacional

 

Hoje o podcast é uma homenagem as mulheres que tanto nos encantam com suas vozes,  groove, charme e sutileza. A lista não é grande nem precisa, mas acho que pode agradar muitos amantes da boa música.

Vai Entender

By ,   No tags,   0 Comments

Tem muita coisa que não entendemos nessa vida, essa música foi feita inspirada nessa falta de compreensão de como nos deixamos levar pelas pequenas coisas da vida, deixando de lado o que realmente importa…

 

Vai Entender, vai, vai entender…

Fulano ter que se virar, pra sobreviver

E pra viver, vai ter que entender

Que na vida agente vai, sem saber por quê

Vai entender, vai vai entender,

Um mundo cheio de absurdos

E só, o amor pode resolver

Amor Pro Mundo Podcast 2

 

Sexta feira é dia de podcast no amorpromundo.com. Hj vamos de música instrumental brasileira com Baden Powell, Laurindo Almeida, Sergio Mendes, João Donato, Tom Jobim…