Ajudar

13 novembro 2019,   By ,   0 Comments

No mundo em que vivemos, ainda existe a ilusão de que o “sucesso” é a conquista da nossa independência. Será mesmo que existe alguém independente no mundo em que vivemos?

Pelo que observo, vivemos num regime de dependência direta e indireta das pessoas que nos cercam, dependemos muito mais uns dos outros do que nossa vaidade nos permite imaginar, o que seria de nós sem o agricultor que planta o que comemos, quem produz o que vestimos, quem trabalha para deixar nossa cidade limpa, quem trabalha conosco, enfim somos uma parte numa engrenagem enorme que nos torna interdependente uns dos outros e nem ao menos percebemos isso.

Estar atento ao próximo é hoje algo muito importante dentro do nosso processo de evolução planetária, ficamos muito tempo acreditando que nossos semelhantes eram nossos concorrentes, isso não nos trouxe a um lugar bom para nossa humanidade , chegou a hora de percebermos que estamos todos no mesmo barco, nos tratarmos melhor é fundamental!

Quando se ajuda alguém que necessita, não estamos somente ajudando a essa pessoa. Estamos ajudando a nós mesmos, e esse entendimento ainda não é muito claro por essas bandas…

O dia em que percebermos que a harmonia entre nós é a chave para a construção de uma nova sociedade, não dependeremos mais de “salvadores da pátria” , teremos na consciência coletiva e individual a ferramenta principal da construção de um alicerce realmente solido para uma nova sociedade, e isso não virá de cima para baixo.

Se quisermos de fato construir uma nova mentalidade, precisamos nos conscientizar de que as mudanças começam por dentro de nós e se espalham lentamente, os 80, 100 anos que passamos encarnados nesses corpos são uma fração mínima no tempo espiritual e planetário, portanto temos que ter paciência, mas não podemos abrir mão de fazer a nossa parte. Estender a mão é um ato que pode fazer muita diferença nesse processo todo!